segunda-feira, 11 de março de 2013

Deputado Marco Feliciano, renuncie já!




Como já coloquei em minha entrevista ao Comércio da Franca, o ato de ontem não teve nenhum cunho religioso. A crítica, em todos os momentos, foi política, inclusive havendo um minuto de silêncio em respeito à religião e aos fieis que lá estavam. Se a manifestação tivesse outro rumo que não fosse o político, eu seria o primeiro a me retirar.
O deputado-pastor Marco Feliciano teve a pachorra de citar o Martin Luther King (“o que me preocupa não é o grito dos maus, é o silêncio dos bons”) ao criticar a nossa manifestação. O silêncio dos bons é algo que me preocupa também. O silêncio dos negros que ainda estão excluídos da sociedade, o silêncio dos homossexuais que são ofendidos pela orientação sexual, o silêncio das mulheres que são violentadas todos os dias devido ao machismo que ainda está difundido na nossa sociedade e o silêncio dos fieis que buscam paz espiritual e escutam esse show de falácias que o pastor Feliciano destoa sem nenhum tipo de pudor. E com esse sujeito como Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, certamente, todos esses supracitados continuarão fadados ao silêncio.
O que está em jogo não é a liberdade religiosa e, por mais que o deputado tente modificar o foco das manifestações, acho que, apesar dele ser mestre na arte de criar inverdades, dessa vez ele não sairá de forma tão simples com as suas calúnias. Até as filhas ele utilizou como forma de comoção aos fieis. O único ato de violência que teve até o momento foi o dele, que como homem público utilizou a sua influência de representante do povo para agredir setores que já sofrem todos os dias em nossa sociedade.
Nesse momento, além de renunciar o novo cargo, o deputado deveria se explicar e aceitar o julgamento por todas pelas declarações feitas contra os negros e homossexuais, as quais não podem ser resolvidas com um simples golpe de retórica de quem foi mal interpretado (não somos inocentes).  
Esperamos que todas as acusações contra a pessoa dele (inclusive a de estelionato) sejam devidamente investigadas, que ele não seja covarde e dê explicações públicas, principalmente, aos representantes dos movimentos sociais de segmentos negros, homossexuais e feministas, e que RENUNCIE O CARGO JÁ, pois você NÃO REPRESENTA.
Vamos continuar na luta contra a figura do Marco Feliciano e, por essa razão, terça-feira estaremos na Câmara dos Vereadores para exigir uma Moção de Repúdio ao deputado. Detalhe: para ir lutar por seus direitos nem precisa passar a senha do cartão de crédito.
MACHISMO, RACISMO E HOMOFOBIA NÃO PASSARÃO!

Um comentário:

  1. Muito bem meu povo francano, sinto orgulho de vocês, passei pelo protesto no domingo, não sabia que tinham organizado algo assim, se soubesse com certeza faria parte.
    Moro longe da cidade, estou nos finais de semana, mas contém comigo!

    ResponderExcluir